Sin categoría

Começam os “jantares clandestinos” no restaurante Erva do OCA Vila de Allariz

O OCA Vila de Allariz vai celebrar o seu primeiro jantar clandestino no próximo dia 24 de junho no restaurante Erva, dirigido por Gerson Iglesias.

A diretora do hotel, Goretti Iglesias, explica com entusiasmo que nesta nova fase da cozinha da OCA Vila de Allariz, dirigida por Gerson Iglesias, os preparativos serão mais sustentáveis, mais surpreendentes. Daí o novo nome do restaurante: Erva. É uma verdadeira declaração de intenções.

O chefe de cozinha do OCA Vila de Allariz, Gerson Iglesias, explica que o nome, de origem portuguesa, define qualquer tipo de erva. A nossa aposta está centrada no produto local, de proximidade, do rio, mar ou terra, dos pequenos produtores e agricultores. O cardápio é variado e algo que ganhará destaque são as ervas, brotos, sementes, hortaliças e frutas diversas, que vão dar cor e sabor aos nossos pratos.

Esta será a primeira edição dos jantares clandestinos em Allariz, que se soma a esta iniciativa gastronômica que surgiu no OCA Playa de Foz pelas mãos do seu chefe, Bruno Pena, e da diretora do hotel, Ana Lago. Desta forma, a OCA Hotels reforça o peso da gastronômia nos seus hotéis, valoriza o produto e a sua equipe de catering, tanto na cozinha como no serviço.

Nesta experiência culinária, Gerson Iglesias terá a Begoña Vázquez, cozinheira de O Regueiro da Cova, em Verín e membro da Cociña Ourense; com Manuel Garea, pasteleiro e professor da U. A. F. Xunta de Galicia, de Melide, e precisamente com Bruno Pena, da OCA Playa de Foz  e Pablo Vila, diretor de Alimentos e Bebidas dos OCA Hotels, ambos sócios dos Cociñeiros Lugo. O emparelhamento será feito pela Bodegas Cunqueiro, com explicações do seu diretor de marketing, César Fernández. E o barista e chefe da Formação Cafés Candelas, José Manuel Portela ficará a cargo do delicioso café.

#NecessitasOca

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.